O QUE É EUTONIA

A Eutonia é uma prática corporal criada e desenvolvida por Gerda Alexander (1908 Wuppertal / Alemanha - 1994 Copenhagem / Dinamarca). A palavra eutonia significa tensão em equilíbrio; tônus harmonioso (do grego eu : bom, harmonioso e do latim tônus: tensão).

O trabalho consiste no uso da atenção às sensações promovendo a ampliação da percepção e da consciência corporal. Um processo em que o aluno acessa a sabedoria que é própria do corpo usando-a a seu favor.

O aluno entra em contato com o tempo do organismo, com os ritmos internos e com o diálogo entre este universo interno (sensações, percepções, emoções, pensamentos) e o externo (o corpo em relação ao espaço, aos objetos, aos outros seres, ao solo, ao ar, aos sons, às forças da Física que atuam sobre o corpo, etc). À medida que conhece o corpo aprende a economizar energia e equilibrar as tensões, reconhecendo suas necessidades de atividade, de descanso e incorporando hábitos saudáveis.

A Eutonia é um caminho preventivo indicado para pessoas de todas as idades já que melhora a qualidade de vida respeitando o ritmo pessoal de cada um. Músicos, dançarinos, atletas, atores, artistas e artesãos se beneficiam muito com a prática, além de crianças, adolescentes, idosos e pessoas com limitações físicas.


COMO SE TRABALHA?


Atendimentos individuais e aulas em grupo. ;


Aulas em grupo


No repouso e em movimento o corpo é explorado através da atenção, da auto-observação e do conhecimento da anatomia e fisiologia. Utilizam-se objetos auxiliares variados tais como bolinhas, bambus, sementes, almofadas, pedras, tecidos, etc. para aprofundar a pesquisa.


Atendimento individual


O eutonista realiza toques e manobras atendendo às necessidades mais imediatas do aluno. Inclui exercícios e uso dos objetos auxiliares.

Um aspecto importante das aulas e atendimentos é a criatividade do eutonista e dos alunos nesta exploração do corpo. Um processo lúdico e dinâmico em que a curiosidade e a individualidade são incentivadas.

Gerda Alexander descrevia a Eutonia como uma Pedagogia-terapêutica, pois visa que os alunos se tornem autônomos na manutenção do bem-estar corporal e na busca da saúde. O eutonista indica caminhos e recursos e orienta o aluno a desenvolver uma pesquisa pessoal com liberdade. Este é um de seus maiores benefícios.


INDICAÇÕES e BENEFÍCIOS


•  Tratamento auxiliar de distúrbios osteomusculares e articulares (artrites, artroses, tendinites; LERs; fraturas; paralisias).

•  Questões posturais.

•  Estresse.

•  Insônia.

•  Quadros pré e pós-operatórios.

•  Durante gravidez e na preparação para o parto.

•  Equilibra as funções vegetativas: sono, respiração, digestão, circulação cardiovascular, circulação linfática.

•  Promove profundo autoconhecimento e a percepção da totalidade e integração corpo/mente/espírito.

•  Confere autonomia: Os alunos aprendem a assumir a responsabilidade pela própria saúde e bem estar adquirindo os recursos necessários para tal.

•  Melhora a qualidade de vida.


PRINCIPAIS TEMAS TRABALHADOS NAS AULAS DE EUTONIA:


•  Tato Consciente – Trabalho de sensibilização da PELE estimulando os receptores de tato. Torna mais clara a sensação de contorno e a imagem corporal.

•  Consciência Óssea - O desenvolvimento da consciência óssea é um fundamento da Eutonia que, assim como o tato consciente, está intimamente ligado ao desenvolvimento de uma imagem corporal mais rica tendo grande importância na estruturação das formas do corpo. Os ossos são referências para movimentos, apoios, tamanho, volume e imagem do corpo .

•  Transporte consciente – Fundamento de muita originalidade. É a conscientização e o uso intencional do endireitamento postural que permite ao homem estar naturalmente em estado antigravitacional. Estimulação e percepção do caminho das forças através dos tecidos do corpo objetivando uma melhor adaptabilidade postural em todas as situações da vida, seja em posturas estáticas ou em movimento, tendo como elemento primordial a relação entre o corpo e o chão. O transporte é desenvolvido através do encontro com a estrutura óssea, a percepção da forma, função e alinhamento dos OSSOS e sua relação com as forças que atuam sobre o corpo. Através do TRANSPORTE CONSCIENTE a musculatura ganha espaço e liberdade para o movimento e o corpo adquire um tônus muscular global mais equilibrado e adaptável à execução das diversas atividades corporais, sejam do cotidiano, sejam nas que requerem um maior grau de habilidade, como a dança, os esportes, etc.

•  Espaço interno e Volume corporal – Contato com os diversos tecidos do corpo e com o seu funcionamento, a construção da consciência do espaço interno acontece através da sensibilização dos contornos e o preenchimento consciente de seu conteúdo, para isto contamos com os mecanorreceptores presentes na pele e nas articulações que informam a presença e o estado das estruturas corporais. é um trabalho minucioso que auxilia na percepção da tridimensionalidade do corpo. O aluno mantém sua atenção voltada para sentir os tamanhos, a largura, o comprimento, a distância entre partes, as formas, a superfície de apoio no solo e a relação com o espaço.

•  Contato consciente - O Contato Consciente é o fundamento mais original da Eutonia e pano de fundo para toda a sua prática terapêutica e pedagógica. O Contato Consciente é o contato consigo próprio, com outra pessoa, objeto ou espaço circundante que acontece além dos limites da própria pele, é alcançado pelo fortalecimento do estado de presença da pessoa. Promove harmonização e equilíbrio das tensões superficiais e profundas.

•  Movimento eutônico – Através da prática da eutonia encontraremos a habilidade de realizar os movimentos de forma a que chamamos “eutônica”. Este é um de seus objetivos fundamentais. Alguns dos aspectos que podem ser observados durante a realização do movimento eutônico são: leveza, precisão, equilíbrio de tônus, expressão pessoal e a preparação para as ações do cotidiano.